domingo, dezembro 24, 2006

Nada pode ser maior

Eu li por aí uma versão que os colorados fizeram para a letra da chatérrima e manjada música "Querência amada". Segue, então, uma quadrinha dizendo umas verdades. Só para verem com quem estão falando hehehe.

Meu caro irmão
essa tal felicidade
que sentes aí no Japão
trouxe-me uma saudade

Porém, ao contrário de ti
Não preciso de viagem global
Chego na Azenha, ali
E visito o meu memorial

Há anos eu vejo essa taça
Banhada com sangue do De León
E recheada de suor e raça

Os meus passos seguiste tu
Mas eu com a técnica de Renato
E tu, com a sorte de Gabiru

Mas há algo que esquecestes
Estranho, pois deverias saber de cor
Se o momento te favoreces
Nem de longe és o maior.

Admito, mesmo que com pesar
Tua vitória de tirar o chapéu
Não queiras, porém, comparar
A grandeza de nossos troféus

Seguiremos sendo IMORTAIS!!!

GRÊMIO, NADA PODE SER MAIOR!!!!

2 comentários:

Marcio Bort disse...

Amigo Brisa. . .
Uma das maiores incoerências do mundo, com toda a certeza, é o fato de existirem indivíduos da raça negra que torçam para o tão badalado GFPA. És um cara culto, conheces história, vês em todos GRE-NAIS os insultos lançados ao SCI e sua torcida. . .
Por muitos anos, o GFPA sustentou-se numa postura arrogante, elitista e discriminatória. . .acredito que os pilares desta postura sofreram um abalo considerável. O time do GFPA até pode alcançar grandes feitos, mas uma coisa que nunca será maior no futebol do RS é a forma de relação que existe entre um colorado e o SCI.
Entre paixões superficiais e amores verdadeiros, tu bem sabes, existem oceanos de distância. . .
Grande abraço!
Marcio Bort

Anônimo disse...

Impressionante como uma pessoa tão inteligente e bem-educada pode se tornar tão intransigente (e irracional) quando o assunto é futebol. Muda o tema dos posts, Brisa!